Jennifer Reis

sobre

Jennifer Reis, 22 anos, mora na Zona Norte do Rio de Janeiro, mas cresceu e foi criada na Baixada Fluminense. O contato de Jennifer com arte iniciou em 2017 quando entrou para Universidade Federal do Rio de Janeiro, Ao entrar para o curso de Gravura, nesse tempo ainda tinha vontades de mudar para Design, mas se descobriu no curso que estava e foi aí que seus processos artísticos começaram.

Pintura, fotografia e outras manifestações artísticas são presentes em seu trabalho. Ela acredita que a adaptação de recursos é fundamental e proporciona várias possibilidades, já que em muitos momentos foi necessário se desdobrar para criar algo pela falta de materiais, mas isso nunca a impediu. O pseudônimo GRAVADORA AMADORA surgiu da urgência de uma alternativa à xilogravura, passou a utilizar o isopor em vez da matriz e palitos de madeira em vez de goivas. Atualmente, Jennifer ministra oficinas para jovens e crianças, onde ensina essa técnica.

Paralelo ao seu interesse por gravar, também havia uma outra paixão: a tatuagem. Jennifer acredita que a relação da gravura e da tatuagem agregou ao trabalho como artista visual. Ela vê o trabalho como a própria voz, e, de forma natural, a temática das obras é fortemente política pois trata da vivência, questionamentos e confrontos dela, como mulher negra.

Jennifer acredita que o autoconhecimento que teve e a educação por meio das experiências foi essencial para sua formação como pessoa e artista, e, para ela, passar esses conhecimentos adiante é uma maneira de fazer esse caminho para além da margem.

Portfólio